sexta-feira, 27 de maio de 2011

Jantar com amigos

jantar com amigos ASSUNTO
Relacionamento casal, relações afetivas, sexualidade no casamento.
A grande sacada do filme é fazer de uma situação informal (o jantar) o ponto de partida e o eixo principal de onde se desenrola toda a trama. Um casal serve de suporte psicológico para que o outro se analise. Interessante perceber no filme que cada qual ficou do lado de seu amigo em particular. Karen saiu em defesa de Beth e Gabe de Tom. E, esta forma instintiva e intuitiva de cada qual defender o próprio amigo, suscitou a útil oportunidade de ambos fazerem uma avaliação em seu papel de marido e mulher dentro do casamento. Infelizmente, com o passar dos anos, a tendência de marido e mulher é se tornarem, no casamento, mais amiguinhos do que amantes. Quando isso ocorre, há um esfriamento no aspecto sexual e afetivo. O que abre brechas para se tentar suprir estas carências fora da relação conjugal Dificuldades no casamento sempre existiram, separações estão ocorrendo a todo instante, mas, saber lidar com as crises e buscar ajuda para tentar recuperar o que se perdeu ou, pelo menos, preparar-se para a tomada de decisões sérias de maneira melhor embasada é o que nem sempre se vê. O filme contribui de forma muito positiva a se fazer uma auto-avaliação da relação conjugal e como cada parceiro tem sido afetado pelo peso do tempo na relação. A intensidade do amor, do sexo, das brincadeiras, do lazer, vai rareando com o tempo e o casal nem sempre se dá conta de que está faltando alguma coisa, embora, na prática, o relacionamento esteja mudado. Na análise da situação conflitante e desestabilizadora por que passam Tom e Beth, o filme propicia bons momentos para se avaliar a questão da afetividade entre um casal, a questão dos filhos, a questão da busca de um novo parceiro, os fatores motivadores de uma separação e como problemas não resolvidos, emoções não verbalizadas são acumuladas vindo a tornar-se explosivas em algum momento da relação. Na verdade, Gabe e Karen constituíam um casal normal, que amadureceu, envolveu-se com o trabalho, cuidou da educação dos filhos, fazia excelentes refeições, mas que afastaram-se afetivamente um do outro. No auge da avaliação, deitados na cama, entre a leitura ou outra de um parágrafo de livro que cada qual lia, ela desabafa sua decepção com o relacionamento dos dois do ponto de vista da sexualidade: “Não tem saudades de mim? Não sente mais falta de mim?” E conclui não compreender que milagre os mantivera unidos: “Não sei como não nos perdemos também!” É neste instante que Gabe se recorda do seu velho jogo de sedução e cortejo, da velha fórmula de flertar com a namorada e a põe em prática. O filme termina de forma bem romântica, sinalizando que nunca é tarde para redescobrir o que se perdeu no caminho e ajustar o casamento pondo em prática o perdão, a busca, o encontro e que nunca se é velho demais para experimentar a alegria do amor entre um casal que verdadeiramente decidiu construir uma vida a dois. Leia mais clicando aqui...
SINOPSE
Baseado na peça vencedora do Prêmio Pulitzer de Donald Margulies, Jantar Com Amigos é um filme honesto e muitas vezes engraçado que explora o lado doce e ao mesmo tempo amargo da amizade. Gabe e Karen formam um casal feliz. Há anos têm como melhores amigos Tom e Beth. Certa noite, quando preparam o jantar, recebem a notícia da separação, Tom trocara Beth por outra e estão se divorciando. Logo se sentem obrigados a tomar partido nesta batalha e à medida que a separação vai acontecendo, novos relacionamentos se formam e os dois resolvem fazer um balanço do próprio casamento e já não tem tanta certeza que são felizes com o que descobrem.
TRAILER (Inglês)

6 comentários:

  1. A idéia do blog é pertinente. Quero passar por aqui periodicamente. É interessante que você encontre filmes de cunho filosófico e também tenha reflexões sobre os filmes que estão no pico da onda. Seja para fazer inferências ou para criticar se pro acaso nega o sentido deste como sétima arte. Encontrar-me-ão sempre nesse site...
    http://polierostocantins.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raimundo,
      Desculpe a demora da resposta, não conhecia este mecanismo...rsrsrs
      De qualquer forma, obrigada, volte sempre!
      abçs

      Excluir
  2. Já estou seguindo o blog,viu!!
    Parabéns pelo blog e sucesso pra vc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucely,
      Eu não conhecia esse mecanismo de resposta, por isso desculpe a demora. Obrigada pelo elogio, volte sempre, comente, sugira, participe!
      abçs

      Excluir
  3. Assisti ontem a este filme... otimo para a reflexao dos relacionamentos atuais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, volte sempre!
      abçs

      Excluir

Sua opinião é muito importante!