quarta-feira, 12 de maio de 2010

Shine - Simplesmente Genial

shine ASSUNTO
Saúde mental: TOC, síndrome de Asperger, herbefrenia ou esquizofrenia? Casal e família, relações familiares, sociais e afetivas.
O filme retrata a história real de uma família de origem judia na Austrália que levava uma vida bastante humilde. O “personagem central”, David, é iniciado pelo pai, Elias Peter Helfgott, ao piano desde muito cedo. O pai de David era um músico frustrado extremamente autoritário e exerce uma grande influência destrutiva sobre o filho. Uma relação simbiótica ou confluente (gestalt-terapia).O menino revela dotes especiais e passa a despertar a atenção das principais escolas de músicas da época. A questão familiar é um espetáculo impressionante que envolve toda a história de vida de David que o filme se propõe a contar. Demonstra a estrutura familiar, as formas de relacionamento intra-familiar e os moldes de comunicação.
Links
SINOPSE
Inspirado na história real do australiano David Helfgott (Rush) que foi uma criança prodígio, Shine analisa sua jornada desde a infância, marcada por um pai dominador, até uma crise nervosa na juventude. Adolescente David vai para uma escola de música em Londres, sua chance de escapar da família e se dedicar à música clássica. Mas não consegue suportar as pressões para reger concertos com perfeição, chegando à uma depressão profunda. Somente com o amor da única pessoa que o entende (Lynn Redgrave) David volta ao normal, reintegra-se à sociedade e compartilha seu talento incomparável com o mundo.
Partes do filme em vídeos disponíveis:

4 comentários:

  1. Assisti ontem, como já era noite, confesso que dormi. No entanto, assim que acordei retomei o filme, é fantástico! Ainda que um pouco longo, é interessante o quanto o filme retrata o que acontece na visão daquele que sofre de algum tipo de transtorno. O evento desencadeador de sua crise, os pequenos sinais ocorridos anteriormente, a influência da estrutura familiar. Trata-se de uma historia real, sensível e contada de forma delicada. Fala de amor, da importância de nossos encontros, da nossa configuração a partir desses encontros.
    Vale a pena olhar os links, quem estuda ou já fez genograma, vale a pena conferir!

    ResponderExcluir
  2. Indicado por Patrícia Rocco, foi uma ótima pedida. Adorei o filme, achei muito enriquecedor! Obrigada, Xará!

    ResponderExcluir
  3. Oi Patricia...
    Acabei de descobrir seu blog; Parabéns! Estou encantada!
    Vi sua msg no grupo GT do google e acabei te encontrando por aqui!
    Já estou seguindo o blog; sei q vou aproveitar mto seus posts!

    Bem vinda tb a minha vida : existirsendo.blogspot.com

    Bjossss e mtooooo sucesso INTEIRO pra vc!

    ResponderExcluir
  4. Ahhh, esse filme é fora de sério! Semestre passado o meu professor de Psicopatologia passou em sala como avaliação... A tarefa era diagnosticar sintomas psicopatológicos e biológicos do personagem. Mas esse filme nos envolve tanto que ficou quase impossível de ressaltar apenas esses aspectos. Um fator que me chamou muito a atenção foi o tratamento que David sofria pelo o seu pai, e a repercursão que tudo isso teve na vida de David. Vale muito a pena assistirem.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante!