quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Meu pé esquerdo

Ameu pé esquerdo SSUNTO
Deficiência física, superação, preconceito, inclusão.
Não há como deixar de aprender com histórias como a de Brown, que as condições de adversidade representadas por uma paralisia cerebral ou pelo atrofiamento de um dos membros são impedimentos apenas em nossa própria cabeça e que, esforço, dedicação e solidariedade são elementos que podem promover autênticos milagres. O filme não é só mais uma história de auto-superação, é um clássico desses que ensinam e ao mesmo tempo constrangem, pois que dotados de alta dose de sensibilidade, verdade e genialidade. Entretanto, com muito esforço e persistência, unindo a vontade de viver com necessidade de se expressar, ele consegue atingir seu principal objetivo, ser visto e tratado com igualdade.A arte foi para ele, a forma mais coerente de se expressar, de transmitir seus sentimentos e de provar sua autonomia para todos que o viam como um “pobre vegetal”, pois foi através da literatura e da pintura, principalmente dessa última, que ele se revelou e conseguiu atingir o interior das pessoas, conseguiu também, transpor preconceitos, propalar seu drama e além de conquistar o respeito da comunidade encontrou um meio para sobreviver financeiramente.
SINOPSE
No papel em que merecidamente ganhou o Oscar® , Daniel Day-Lewis* tem uma interpretação "inteligente, engraçada e leve" (Los Angeles Times) no papel de Christy Brown, escritor, poeta, pintor... e vítima de paralisia cerebral. Em uma história que "explode com paixão, humildade e vida", Meu Pé Esquerdo revela-se uma "conquista de enormes proporções" (Rex Reed)!
O 10º de um total de 22 filhos de uma família pobre irlandesa, Christy sofre de paralisia cerebral tão grave que por vários anos ele é considerado um "tonto". Mas em uma luta apaixonada, ele utiliza o único membro sobre o qual conseguiu algum controle - seu pé esquerdo - para escrever um apelo para a única pessoa que pode ajudá-lo a conseguir desenvolver seu potencial: "Mãe". Essa é a primeira de muitas palavras - e trabalhos - que Christy irá utilizar para superar sua amarga solidão, raiva e sexualidade reprimida para assombrar o mundo com o talento sem paralelo - e felizmente revelado - de um verdadeiro artista. .
TRAILER

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante!