sexta-feira, 30 de julho de 2010

Deu a louca na Chapeuzinho

deu a louca na chapeuzinho ASSUNTO
Autoestima, amizade, inveja, criatividade, vingança, envelhecimento, amadurecimento, relacionamento entre avós x netos
O filme apresenta uma quebra de paradigmas do bom e do mau. Alguns autores criticam essa nova versão, alegando que “As histórias infantis, como eram contadas, na grande maioria das vezes auxiliam no desenvolvimento do discernimento entre o bem e o mal, escolhas que surgem em todos os momentos de nossa vida.” Ainda assim, será essa quebra de paradigma uma oportunidade de integrar essas polaridades, auxiliando a criança a perceber que nada é de todo mau ou de todo bom? Importante perceber que ainda que surjam outras formas de contar estórias, as clássicas não deixarão de existir.
SINOPSE
A tranquilidade da vida na floresta é alterada quando um livro de receitas é roubado. Os suspeitos do crime são Chapeuzinho Vermelho, o Lobo Mau, o Lenhador e a Vovó, mas cada um deles conta uma história diferente sobre o ocorrido. Policiais do mundo animal investigam o caso As acusações são muitas: roubo de um livro de receitas, invasão de domicílio, distúrbio do silêncio na vizinhança e manuseio de um machado sem licença.
TRAILER

CARROS

carros ASSUNTO
Relações por interesse, contato com o mundo interno, apoio mútuo, Amizade e repertórios comportamentais
A fama faz com que Relâmpago acredite que não precisa da ajuda de ninguém, sendo uma "equipe de um carro só". Esta arrogância lhe custa caro na última corrida da temporada. Ocorre uma grande mudança. Parte-se de uma fuga do ritmo alucinante, que o mundo moderno exige, para um olhar mais contemplativo e simples à vida. É nesse novo ambiente que McQueen descobre outras formas de estar no mundo.
SINOPSE
Relâmpago McQueen é um carro de corridas novato e talentoso que está disputando a prestigiosa Copa Pistão. Por causa de sua atitude egocêntrica, ele afasta toda sua equipe de apoio e, durante a viagem para Los Angeles, onde ocorrerá a final da Copa, se perde e acaba numa cidadezinha esquecida no meio do deserto, arruinando sua rua principal. Como pena, ele é forçado a ficar e consertar a rua, conhecendo assim os habitantes do lugar: um velho carro de polícia, um gincho caipira, uma kombi hippie, um Jipe militar aposentado, um casal de clássicos rabos de peixe, dois carrinhos italianos fãs da Ferrari, uma velha calhambeque e um possante carrão antigo, que se faz às vezes de juiz. Junto com eles, nosso herói aprende lições de vida e se apaixona pela última moradora do lugar, uma sexy Porsche. Sim, a história lembra muito um filme antigo com Michael J. Fox chamado Doctor Hollywood que apresentava quase a mesma trama e mensagem.
TRAILER

BOLT, o supercão

bolt o supercao ASSUNTO
Amizade, formação de valores, liderança, motivação, força de vontade, determinação, auto - confiança, auto - estima, criatividade, medo.
Parece um pouco com o mito da "Caverna de Platão", em que Sócrates compara nosso mundo cotidiano a um abrigo subterrâneo. Nessa caverna viviam crianças, tendo as pernas e o pescoço acorrentados de modo que não poderiam mover-se. Eles apenas viam o que estava à sua frente. Perto deles uma grande fogueira projetava suas sombras na parede, fazendo-as acreditar que o mundo real era feito de sombras. Bolt- Supercão não chega perto de tamanha filosofia, mas é uma boa lição sobre quem realmente somos. Meus defeitos, fraquezas e imperfeições definem meu caráter. Neles devo me apoiar para enfrentar a vida real. Uma valiosa lição para a criançada em tempos de competitividade exacerbada e superproteção paterna.
SINOPSE
Bolt é um cachorro que estrela uma série de TV, na qual possui superpoderes. Sua companheira é Penny, com quem vive diversas aventuras. Entretanto Bolt não sabe que o mundo que o cerca é falso, acreditando que realmente possui dons especiais. Quando, nas gravações de um dos episódios, Penny é sequestrada pelo dr. Calico , o vilão da série, ele consegue fugir do furgão em que vive e parte atrás dela. Ao lidar com a vida real é que, aos poucos, ele toma consciência de que não tem superpoderes e é um cachorro normal. Sua imaginação o afasta de sua "humana". Agora com a ajuda de uma simpática gata e um ramster, Bolt quer apenas voltar para casa.
TRAILER

A pequena sereia

a peq sereia ASSUNTO
Curiosidade, inovação, valores, quebra de paradigmas, amores proibidos, diferenças, aprendizagem.
O desenho apresenta a variação comportamental durante o processo de amadurecimento, a passagem da infância para a adolescência, posteriormente para o mundo adulto é retratada através do conto.
SINOPSE
Ariel é uma jovem sereia de 16 anos, a filha caçula do Rei Tritão, comandante dos sete mares, que está insatisfeita com sua vida Ela é encantada com a vida fora das águas e os humanos e deseja caminhar entre eles para conhecê-los melhor, mas sempre é proibida por seu pai, que considera os humanos como sendo "bárbaros comedores de peixe". Desobedecendo ao pai, ela vai sozinha até a superfície e se apaixona pelo príncipe Eric. No intuito de conhecê-lo, resolve firmar um pacto com Úrsula, a bruxa do reino, que faz com que ela ganhe pernas e se torne uma verdadeira humana. Porém, Úrsula também tem seus planos e eles incluem a conquista do reino de Tritão.
TRAILER

A bela e a Fera

a bela e a a fera ASSUNTO
Relações familiares, afetivas, sociais, polaridades, autosuporte.
Esta bela animação da Disney em verdade apresenta um conto de fadas de origem pré-cristã. Em um primeiro momento, o desenho “A Bela e a Fera” parece simplesmente nos convidar – já a partir de seu título– a acompanhar a história de dois seres que vestem como poucos a roupagem da conhecida frase “os opostos se atraem”. È diante do encontro destas polaridades que o filme se concentra, apontando as conseqüências que ocorrem quando um homem não vivencia de forma integrada todos os seus aspectos Deste modo, simbolicamente, o filme traz como mensagem a importância de que homens e mulheres vivam de forma mais harmoniosa com suas polaridades internas, o que refletirá não só em suas relações amorosas, mas também nas suas próprias dinâmicas individuais, como é possível conferir no desfecho da relação estabelecida entre Bela e a Fera. “A Bela e a Fera” nos dá uma excelente metáfora para o entrosamento do nosso lado positivo, consciente e belo e o nosso lado obscuro, negativo, inconsciente... e que é pressentido, muitas vezes, como a fera dentro de nós. Através desse conto podemos aprender que a fera, apesar de sua aparência, não é tão terrível e ameaçadora como parece. Também o nosso lado obscuro deixa de ser tão tenebroso e assustador, quando o encaramos e concordamos em conviver com ele, aceitando-o como parte integrante de nosso psiquismo.Ademais, muitas vezes, o belo e o feio são construções feitas por nós como conceitos subjetivos e que por causa disso podemos discriminar aquilo que não nos é agradável, sem ao menos, realmente, conhecer àquela pessoa. O que atualmente vemos é o culto à beleza estética e, por vezes, deixamos de ver e conhecer outras maneiras e formas de beleza.
SINOPSE
Em uma pequena aldeia da França vive Belle, uma jovem inteligente que é considerada estranha pelo moradores da localidade, e seu pai, Maurice, um inventor que é visto como um louco. Ela é cortejada por Gaston, que quer casar com ela. Mas apesar de todas as jovens do lugarejo o acharem um homem bonito, Belle não o suporta, pois vê nele uma pessoa primitiva e convencida. Quando o pai de Belle vai para uma feira demonstrar sua nova invenção, ele acaba se perdendo na floresta e é atacado por lobos. Desesperado, Maurice procura abrigo em um castelo, mas acaba se tornando prisioneiro da Fera, o senhor do castelo, que na verdade é um príncipe que foi amaldiçoado por uma feiticeira quando negou abrigo a ela. Quando Belle sente que algo aconteceu ao seu pai vai à sua procura. Ela chega ao castelo e lá faz um acordo com a Fera: se seu pai fosse libertado ela ficaria no castelo para sempre. A Fera concorda e todos os "moradores" do castelo, que lá vivem e também foram transformados em objetos falantes, sentem que esta pode ser a chance do feitiço ser quebrado. Mas isto só acontecerá se a Fera amar alguém e esta pessoa retribuir o seu amor, sendo que isto tem de ser rápido, pois quando a última pétala de uma rosa encantada cair o feitiço não poderá ser mais desfeito.
TRAILER

A nova onde do Imperador

a nova onda do impe ASSUNTO
Relações sociais, afetivas, amizade
A Nova Onda do Imperador se passa no antigo Império Inca, onde hoje estão, basicamente, o Peru e o Equador. O imperador do título é Kuzco, rapaz de 17 anos, alegre, descolado, com jeitão de skatista carioca, mas que é egocêntrico e egoísta e não sabe administrar a gigantesca quantidade de poder que têm em mãos. Totalitário, mimado e injusto, o jovem Kuzco é um terror para os habitantes do seu vasto império. No filme ode ser observado por, pelo menos, duas perspectivas: a primeira se refere à relação de amizade que se estabelece entre o colono – Pacha – e o Imperador Kusko, que implica a observação das relações sociais entre os homens. A segunda, leva-nos à reflexão sobre as grandes batalhas internas que o homem moderno trava consigo mesmo. A consciência seria então o nosso juiz interior, responsável por fazer a distinção do melhor caminho a ser seguido, ao longo de nossa vida. Essa dualidade está presente tanto no personagem do Imperador Kusko quanto no escudeiro da conselheira, que sempre se vê às voltas com um anjo e um demônio a fustigar-lhe a consciência e a confundi-lo sobre o que é preciso ser feito. A narrativa flui, possui leveza, profundidade e trata, mais precisamente, do que acontece com os indivíduos quando eles são despertados para o desejo de busca das suas verdades e dos seus valores. O filme proporciona uma grande lição sobre respeito e amizade

SINOPSE
Em um reino mítico e rodeado de montanhas, Kuzco é o imperador jovem arrogante e vaidoso, que planeja construir um parque para homenagear seu próprio aniversário. Para tanto, seria necessário destruir uma de suas cidades. Yzma é uma feiticeira com planos de tomar o poder e que tenta matar Kuzco. Ele escapa mas se transforma numa lhama falante, fugindo para a floresta.. Nesse ambiente ele conhece um camponês, Pacha, que seria prejudicado pela destruição da cidade. A única chance de Kuzco recuperar seu trono é contando com a ajuda dele. Mas ambos precisarão enfrentar a bruxa Yzma antes de concluir sua jornada.
TRAILER

A história sem fim

a hist sem fim ASSUNTO
Auto-suporte, importância dos sonhos e fantasias, imaginação, esperança, perseverança, elaboração do luto, impotência, metáfora de um processo terapêutico
No filme o Universo infantil da fantasia é retratado; como a criança entra em contato com o mundo a partir do brincar, e assim, significando suas experiências, descobre o medo, a aventura, a coragem, a confiança… encontra sentido, nomeia as experiências, e vai dessa maneira criando seu mundo. Encontra familiaridade pela via do brincar, da fantasia. Constrói seus sonhos e aprende a cuidar deles. O filme fala sobre você não desanimar e deixar "O Nada" tomar conta de você, sobre autoconfiança, sobre o guerreiro que há em nós aqui representado por Artreyu. Podemos sempre contar com nosso "Dragão da Sorte"! Tudo para no final faz você descobrir que o que precisa é simplesmente sonhar, desejar, esse é o grande segredo.
SINOPSE
Quando o jovem Bastian pegou emprestado um misterioso livro ele jamais sonhou que ao virar uma página seria levado a um mundo de fantasia onde pudesse ver um caracol de corrida, um morcego planador, um dragão da sorte, elfos, uma Imperatriz Menina, o valente guerreiro Atreyu e uma pedra ambulante chamada Come-Pedra. A História Sem Fim segue os limites da imaginação graças ao diretor/co-escritor Wolfgang Petersen(de Mar em Fúria) e um super-time de técnicos (com créditos que incluem 2001:Uma Odisséia no Espaço e Alien:O Oitavo Passageiro) que deram vida aos mais encantadores personagens. Você apreciará esta adorável aventura e descobrirá que A História Sem Fim é sua história.
TRAILER

A fuga das galinhas

a fuga das galinhas ASSUNTO
Relações de dependência, repetição de padrões, desconexão com a realidade, liberdade, sonho/visão


Em RH
"escolhas", força de vontade, liderança, esperança, sonhos, estabelecimento de metas, busca da liberdade, qualidade de vida no trabalho, etc.
O filme é de fácil entendimento, e é uma obra na qual podemos relacionar a vivência das personagens com as barreiras que temos que transpor no dia-a-dia. Não basta somente conquistar, é necessário analisar o objetivo alcançado para não haver surpresas, pois este objetivo está sempre sujeito a alguma alteração. A análise do filme leva-nos a reflexão de que os nossos sonhos e almejos devem ser sempre colocados em primeiro plano. Gerar mudanças depende da ação. A única forma de gerar resultados é tomando decisões. O filme fala de relações de dependência e toca mulheres e crianças.
SINOPSE
A história se passa numa granja no norte da Inglaterra, em meados dos anos 50, onde Ginger, a líder do bando, tenta mil maneiras de escapar do lugar, com suas colegas. Quando está a ponto de fugir, surge o galo picareta, Rocky, que convence as galinhas da área de que ele é capaz de voar e, assim, vai ensiná-las a transpor a cerca da prisão/granja a caminho da liberdade. Será?
Trailer

A era do gelo 3

a era do g 3 ASSUNTO
O ciclo natural da vida , processo de envelhecimento, amizade, ciúmes , família, amizade, paternidade.
O filme conta a estória de como um grupo de personagens, com características exageradamente incompatíveis entre si, se une para salvar um amigo que, por sinal, também conta com inúmeras características incompatíveis com as demais de seus companheiros e, é claro que, ao longo desta jornada, seremos apresentados a várias lições que nos remetam ao verdadeiro valor da amizade, da família, da união e muito mais.
SINOPSE
Nesta terceira animação, Manny e Ellie ( os mamutes), esperam o nascimento do filhotinho, enquanto Sid ( a preguiça ), se perde num mundo subterrâneo povoado por dinosasauros, e seus amigos irão resgata-lo, também Diego o tigre-dente-de-sabre) começa a pensar que está muito mole, como sempre eles terão de enfrentar os seus dilemas. O esquilo engraçado Scrat ainda está perseguindo a sua querida noz mas agora além de seus problemas terá também que enfrentar a sedução de um esquilo fêmea chamada Scratte. A chegada do bebê faz com que Sid, com ciúmes, tente construir sua própria família roubando ovos de dinossauros.
TRAILER:

A era do Gelo 2

a era do g 2 ASSUNTO
Amizade, relações afetivas, aeitação
o filme fala sobre a Busca de uma família, sobre perpetuação de espécie, fala sobre amizade, companheirismo, aceitação mútua
SINOPSE
O enredo mostra o fim da era glacial. Temperaturas acima da média fazem o gelo derreter, transformando a imensidão branca em água. O mamute Manfred, o tigre Diego e o bicho-preguiça Sid lideram uma longa caminhada em busca de esperança. No caminho eles conhecem Ellie, uma mamute fêmea que pensa ser uma gambá. Os mamutes se apaixonam e vivem uma grande aventura.
TRAILER

A era do gelo

a era do g 1 ASSUNTO
Liderança, relações humanas, amizade
Fala de maneira singela da amizade, emociona e leva o público às gargalhadas. O filme mostra a amizade, fala de ajuda mútua em benefício mais mútuo do que próprio.
SINOPSE
2002 - Em plena Era Glacial, um grupo de animais (um mamute, uma preguiça e um tigre dentes-de-sabre) que se unem numa única missão: devolver uma criança humana perdida à sua tribo. Para isso, no entanto, atravessam todos os tipos de adversidades que se pode imaginar, sem deixar ao fim, no entanto, de criar entre eles um forte laço de amizade.
TRECHO DO FILME:

O pequeno Nicolau

o pequrno Nicolau ASSUNTO

Infância, inocência, fantasia, imaginação.

A obra capta a nostalgia de uma infância delicada e um tanto ingênua, mas muito divertida, com este Nicolau de imaginação fértil e amigos atrapalhados. O filme segue a mesma linha ao observar a realidade do ponto de vista de uma criança, com sua ingenuidade e sinceridade, que pode ser assustadora. A visão simples - mas não simplista, nem simplória - que as crianças têm do mundo dos adultos expõe as complicações desnecessárias que pais e professores são capazes de criar para suas próprias vidas. Em cena, Nicolau veste seu indefectível colete vermelho, gravata azul e cabelo desgrenhado. Seus coleguinhas também assumem estereótipos físicos e de personalidade, como o gorducho comilão, o queridinho da professora que usa óculos e é fracote, ou o menino que vive com a cabeça nas nuvens. O personagem e seus amigos merecem ser descobertos por crianças e adultos. Alguns, com uma lembrança nostálgica de sua infância, os outros, com a possibilidade de descobrir como era crescer sem computadores ou qualquer bugiganga eletrônica. Há duas histórias correndo em paralelo, dois pontos de vista (o adulto e o infantil) sobre uma mesma situação.

SINOPSE

Nicolas leva uma vida pacífica. Seus pais o amam mais que tudo, ele tem uma turma de amigos pestinhas para aprontar todas com ele, ou seja, a vida é perfeita e não precisa mudar.Mas um belo dia, Nicolas ouve uma conversa entre seus pais, o que o faz acreditar que sua mãe está grávida. Ele entra em pânico e imagina o pior: um irmão caçula! Os pais de Nicolas não terão mais tempo para ele. Talvez o abandonem na floresta para cuidar apenas de seu irmão. Para escapar desse terrível destino, Nicolas embarca em uma campanha para mostrar aos seus pais que ele é indispensável. Mas por tentar agradar de mais, após vários tropeços ele acaba os enfurecendo. Desesperado, ele decide mudar de tática, afinal ele chegou primeiro então é o bebê que deve desaparecer. Nicolas e seus amigos desastrados surgem com diversos planos e quando eles acreditam que acharam a solução Nicolas encontra um amigo que acabou de ganhar um irmão caçula e descreve todos os aspectos positivos de ser o irmão mais velho.Transformado, ele corre para os pais, feliz por ter um irmão ele descobre que houve um mal entendido e começa a chorar e acredita que nunca mais poderá ser feliz. Mas uma última surpresa aguarda o pequeno Nicolas

TRAILER:

Juno

juno ASSUNTO
Gravidez na adolescência, sexualidade, aborto, adoção e a família recasada
Juno é esta adolescente que busca saídas e alternativas para velhas questões. O filme fala sobre a gravidez indesejada de uma adolescente, fato tão comum na atualidade. O filme aborda as crises da adolescência, a imaturidade diante de situações complexas, os papéis parentais, o conflito da gravidez indesejada em relação aos projetos individuais próprios da idade, e a falta de prontidão psíquica do adolescente para enfrentar tais situações. É um filme sutil e delicado, faz uma crítica à superficialidade das relações - sem julgamento moral - quebrando os tabus do politicamente correto. A personagem viverá durante sua gravidez, um doloroso percurso entre a onipotência que rege a lógica adolescente e a impotência diante de inúmeras frustrações, antes de poder eleger com mais consciência crítica, um caminho possível. Mas o encanto do filme talvez resida no fato de apresentar de forma inusitada e delicada, não o rebatido confronto ou cisão entre o mundo adulto e o adolescente, mas uma conversa interessante entre os dois. O pai e a madrasta nem se apresentam como  detentores das soluções sábias, nem se ausentam de sua responsabilidade e ainda conseguem, de lambuja, manter certa hierarquia (necessária) relativa à diferença de gerações. Juno, a garota grávida de apenas 16 anos, transforma-se. Descobre neste período o verdadeiro sentido:
- da AMIZADE: pois viu quem estava ao seu lado na escola, sem preconceitos quanto à gravidez; - da FAMÍLIA: pois percebeu que foram eles a presença essencial no processo; - e, principalmente, do AMOR: a relação que gerara o filho aconteceu por aventura, os dois jovens se redescobrem e assim se apaixonam de verdade. A sexualidade muda de valor. Ela vivia de aventuras como qualquer garota de sua idade. E pagou um preço! Foi honesta ao querer seguir em frente com a gestação e, por tantas questões ao seu redor, optou por entregar o filho a adoção. A sexualidade na relação muda de foco. É explícito nesta obra que as coisas feitas na hora errada podem ter drásticas conseqüências.O filme é ideal para trabalhar com grupos de adolescentes. Mesmo com os palavrões e algumas insinuações, ninguém precisará fechar os olhos. Os temas para reflexão são: aborto, gravidez na adolescência e sexo antes do casamento.
SINOPSE
Juno MacGuff (Ellen Page) é uma jovem de 16 anos que acidentalmente engravidou de Paulie Bleeker (Michael Cera), um grande amigo com quem transou apenas uma vez. Passado o susto inicial, ela assume uma postura pragmática diante da situação, com a "equivocada" segurança e maturidade de uma garota de 16 anos, nem um pouco preocupada com o que os outros pensam dela. Inicialmente ela decide fazer um aborto, mas ao chegar na clínica muda de idéia. Junto com sua amiga Leah (Olivia Thirlby) ela passa a procurar em jornais um casal a quem possa entregar o bebê assim que ele nascer, já que não se considera em condições de criá-lo. É assim que conhece Vanessa (Jennifer Garner) e Mark (Jason Bateman), um casal com boas condições financeiras que está disposto a bancar todas as despesas médicas de Juno, além de dar-lhe uma compensação financeira caso ela queira. Juno recusa o dinheiro para si, mas decide que Vanessa e Mark ficarão com seu filho. A trama segue com os conflitos decorrentes nos meses de gestação. Juno inicialmente chama o filho de “coisa” e aos poucos pega afinidade. O garoto que lhe engravidou é um “nerd”, muito inseguro. Os dois são ingênuos perante a situação, não conseguem entender o drama. Seu pai é casado pela segunda vez e ela tem antipatia pela madrasta. A relação das duas desenvolve-se e, de inimigas, tornam-se companheiras. Sua família se envolve com o processo, mesmo que de forma estranha - pois têm comum acordo com a situação da adoção. Ao final do filme, ninguém fica do mesmo jeito. O “acidente” transforma a relação familiar.
TRAILER:

O menino de pijama listrado

o menino de pij list ASSUNTO
Inocência, guerra, amizade, infância, preconceito.
O filme mostra, de maneira emocionante, duas realidades destoantes, vivenciada na Alemanha Nazista, na época da segunda guerra. Bruno, menino puro, de oito anos de idade, filho de um oficial nazista, muda-se com a família para uma nova casa, próxima a um campo de concentração e ali acontece toda a trama. O garoto não consegue entender o ódio que sua nação sente pelos judeus, apesar de toda uma educação que tentava convencê-lo de que isso era adequado e necessário. O filme mostra três lados, o do ódio dos alemães contra os judeus, a inocência da infância que não consegue assimilar a lógica dos adultos e o de alemães que desconheciam ou eram contra os verdadeiro horrores cometidos no campo de concentração. O menino do pijama listrado’ é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.
SINOPSE
Drama, 2008Um filme sensível, emocionante e triste. Bruno, de oito anos de idade, é o filho protegido de um oficial nazista cuja promoção leva toda família a deixar sua confortável casa em Berlim para seguir para uma área desolada onde o menino solitário não tem o que fazer e nem com quem brincar. Muito entediado e movido pela curiosidade, Bruno ignora as insistentes recomendações da mãe de não explorar o jardim dos fundos e segue para a fazenda que ele viu a certa distância. Lá ele encontra Shmuel, um menino da sua idade que vive uma existência paralela e diferente do outro lado da cerca de arame farpado. O encontro de Bruno com o menino do pijama listrado o leva da inocência a uma profunda reflexão sobre o mundo adulto ao seu redor conforme seus encontros com Shmuel se transformam em uma amizade com conseqüências devastadoras.
ARTIGO AQUI
OUTRO ARTIGO AQUI
TRAILER:

A mulher invisível

a mulher invisivel ASSUNTO
Depressão, casais, ideais de relacionamento, atração sexual, separação, rompimento de relacionamentos
O filme convoca-nos a refletir sobre os problemas amorosos quando um ideal ultrapassa os limites e se impõe a uma realidade que se mantém somente no plano da fantasia. Pedro sentia-se também o homem ideal e a relação que parecia ser tão perfeita acaba. Ele cai em depressão, se tranca em casa e “cria” uma namorada, a mulher perfeita, a Amanda. Uma mulher disponível em sua mente que só vem a tona após Pedro passar um tempo de reclusão, devido a separação matrimonial. Ela vem para retirá-lo de seu estado de torpor. A sua criação, ou mecanismo de defesa, vem de encontro com a sua baixa tolerância a frustração. Criar um personagem para enfrentar a solidão para poder ir ao cinema, a boate, sem estar sozinho.
SINOPSE
Pedro (Selton Mello) ainda acredita no conceito do casamento, enquanto que Carlos (Vladimir Brichta) não aceita a possibilidade de que um homem passe toda sua vida ao lado da mesma mulher. Os dois são colegas de trabalho em uma sala de controle de tráfego da prefeitura, onde podem bisbilhotar à vontade a vida das pessoas. Um dia Carlos fica preocupado com o amigo, devido ao estado depressivo dele ao ser abandonado por sua esposa, Marina (Maria Luísa Mendonça). O mesmo acontece com Vitória (Maria Manoella), vizinha de Pedro, que testemunha silenciosamente seu drama através de um buraco na parede. Até que subitamente alguém bate na porta de Pedro. Trata-se de Amanda (Luana Piovani), sua nova vizinha, que veio apenas lhe pedir açúcar. Com um jeito inocente e ao mesmo tempo sedutor, ela muda a vida de Pedro. Só que tem um problema: Amanda é invisível, sendo que apenas aqueles que a desejam muito consegue enxergá-la.
TRAILER:

A morte e a donzela

a morte e a donzela ASSUNTO
Violência, tortura, ditadura
O filme narra a história de Pauline Escobar, uma mulher que sofrera uma intensa tortura durante um período ditatorial do país. O fato acabara se transformando em um trauma, fazendo com que ela praticamente se desligasse do mundo. Acabara casando com um importante advogado e se mudara para uma casa situada no topo de uma colina, onde se encontrava em auto-exclusão da sociedade. Não desejava ter ninguém por perto, nem mesmo permitia que alguém soubesse de sua existência. O verdadeiro confronto se trava no psiquismo dos protagonistas, a personagem depois do sofrimento de certo trauma, reencontra aquele que imagina ter sido o grande algoz de sua vida.

SINOPSE
1994 -Em um país da América do Sul, Paulina Escobar (Sigourney Weaver) é uma mulher que foi torturada durante a ditadura e ainda não se recuperou do trauma. Ela mora em uma casa afastada da cidade grande com seu marido, que também era ativista político. Uma noite ele chega em casa com a companhia de um médico a quem deu carona na estrada. Ouvindo a voz do estranho, Paulina está certa de que trata-se do torturador e decide que é o momento de vingança. O marido não sabe se aquele é o homem ou se Paulina está confusa, mas terá de ouvir o relato de todos os horrores não contados. Baseado na peça de Ariel Dorfman.
TRAILER:

A dona da história

a dona da historia ASSUNTO
Escolhas, ninho vazio, Relações de casal
A Carolina madura está em crise porque os filhos já saíram de casa. A proposta da protagonista é dolorosa: olhar para trás e analisar se suas expectativas na juventude se concretizaram não é fácil. Pensar no “e se...”, nas possibilidades desperdiçadas e nos caminhos escolhidos não é tarefa grata nem aos mais bem sucedidos. No entanto, há tamanha leveza em A Dona da História que tal tarefa nem parece ser tão ingrata quanto parece, muito pelo contrário. O filme faz com que esses tão horripilantes balancetes que fazemos em momentos de crise pareçam necessários para que se saia de uma estagnação. Mais do que propor ao espectador que olhar para trás não é tão doloroso quando se percebe que o saldo (quase) sempre é positivo, A Dona da História é uma ode ao romance, uma prova que a vida cotidiana não precisa ser tão temida. Em tempos de relacionamentos efêmeros, é sempre bom ver um filme dedicado aos casais que passam décadas e décadas juntos, superam as crises e provam que, sim, o amor de sua vida pode aparecer justo na sua. O filme encara de uma forma divertidíssima duas perguntas que nos fazemos a todo o momento: "Será que estou no caminho certo?" e "Será que não podia ter sido melhor?".

SINOPSE
Rio de Janeiro, 1968. Quando tinha 18 anos Carolina (Débora Falabella) conhece o grande amor da sua vida, Luís Cláudio (Rodrigo Santoro), seu primeiro e único namorado, com quem se casa. Quando ela tinha 55 anos, com os quatro filhos já crescidos, eles pretendem vender o apartamento em que vivem, para morar num apart-hotel e viajar. Por ele a viagem dos sonhos seria Cuba, mas ela sempre quis conhecer Paris. No decorrer da venda do imóvel acontecem pequenos conflitos, pois Carolina (Marieta Severo) passa a crer que o amor que tinham um pelo outro acabara e propõe a Luís (Antônio Fagundes) terminarem o casamento. Ele, por sua vez, retruca dizendo que é mais uma discussão passageira. O imóvel é vendido. Os dois pegam o elevador do prédio e, antes de cada um ir para um canto, Luís insiste que deveriam viajar e entrega a Carolina uma passagem aérea, que ela não dá importância. Ela vai tomar um banho e então começa um grande momento de reflexão, no qual "se encontra" com a jovem Carolina, ou seja, ela mesma, e começa a pensar como teria sido sua vida se, no dia que Luís a pediu em casamento, ela tivesse dito não. Através de um confronto e diálogo com a jovem que foi aos 18 anos, ela revive os sonhos do passado e as possibilidades de ter seguido outros rumos e conhecido outros amores. Na maturidade Carolina viverá plenamente o privilégio de rever a sua própria história e se reencontrar no que foi, no que não foi e no que poderia ter sido, ao lado ou longe do grande amor de sua vida.
Algumas cenas aqui
Outras cenas aqui
TRAILER:

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Garota interrompida

garota interrompida ASSUNTO
Drogas - Borderline - sexualidade – adultos

Conta a história de uma garota que tem problemas de comportamento e uso de drogas, que foi internada, pela família, em um hospital psiquiátrico. O filme mostra as relações estabelecidas entre os pacientes e dos pacientes para com a instituição, e as mudanças que ocorrem com esta personagem. Além dessa personagem aparecem outras com histórias diferentes e que nos fazem pensar nas relações humanas.
Visão da psiquiatria: Em DUBUGRAS, Maria Thereza Bonilha; MARI, Jair de Jesus; SANTOS, José Francisco Fernandes Quirino dos. A imagem do psiquiatra em filmes ganhadores do Prêmio da Academia entre 1991 e 2001. Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul,  Porto Alegre,  v. 29,  n. 1, Apr.  2007 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-81082007000100018&lng=en&nrm=iso>. access on  28  July  2010.  doi: 10.1590/S0101-81082007000100018.)
SINOPSE
Em 1967, após uma sessão com um psicanalista que nunca havia visto antes, Susanna Kaysen (Winona Ryder) foi diagnosticada como vítima de “Ordem Incerta de Personalidade” – uma aflição com sintomas tão ambíguos que qualquer garota adolescente pode ser enquadrada. Enviada para um hospital psiquiátrico, onde viveu nos 2 anos seguintes, ela conhece um novo mundo, de jovens garotas sedutoras e transtornadas. Entre elas está Lisa (Angelina Jolie), uma charmosa sociopata que organiza uma fuga com Susanna, Daisy e Polly, com o intuito de retomarem suas vidas.clip_image001
Trailer

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Valentin

valentin ASSUNTO
Separação - perda - reconfiguração familiar. Adultos ausentes, crianças presentes
Valentin pode ser estrábico e usar óculos fundo de garrafa, mas enxerga perfeitamente a fraqueza de caráter de seu pai, a carência emocional de sua avó e os pontos fracos da maioria dos adultos que o cercam. O mundo infantil de Valentin é atravessado pelas complicadas questões e dramas dos adultos e, sem encontrar nestes as respostas ou mesmo continência, ele tenta montar os quebra-cabeças da vida a seu modo. Diante das mais complicadas situações, concretas e emocionais, vai criando soluções engenhosas – e que no filme, pelo menos, quase sempre dão certo! - sem que para isso precise tornar-se um adulto. Como ele mesmo diz: “E sim, algumas coisas saem bem, outras saem mal. Enfim, a vida é como um talharim”.

SINOPSE
1960, Buenos Aires. Valentin (Rodrigo Noya) é um menino de 9 anos que vive com sua avó (Carmen Maura), já que seu pai vive ocupado trabalhando, seu pai é um homem distante, incapaz de assumir responsabilidades e sua mãe está desaparecida desde a separação de seu pai. Solitário, Valentin divide seu tempo sonhando se tornar um astronauta e ouvindo as histórias contadas por sua avó. Seu grande sonho é que seu pai o leve para conhecer sua mãe, mas ele se irrita só de ouvir a simples menção do nome dela. Valentin passa a acreditar que possa ter enfim uma mãe quando conhece Leticia (Julieta Cardinali), a mais nova namorada de seu pai. Valentin é uma criança solitária, em uma busca constante por amor e afeto. Mas seu pai não quer remexer no passado e, além de tudo, está mais preocupado com seus relacionamentos passageiros.
Trecho do filme

segunda-feira, 19 de julho de 2010

A cura

a cura ASSUNTO
Infância , amizade, preconeito, doenças crônicas, AIDS
A AIDS é tratada de forma séria, mas ao mesmo tempo é mostrada de forma que Dexter, o personagem que possui a doença, não deixe de viver por culpa dela. O preconceito existente à doença também é retratado, principalmente pela postura tomada pelos garotos e pela própria vizinhança de Dexter e sua mãe. Mas o melhor do filme é justamente a amizade que nasce entre Dexter e Erik, inicialmente ainda baseada no receio, mas que depois se transforma em uma jornada em busca de salvar a vida de um amigo, tentando de todas as formas encontrar algo que possa mantê-lo vivo. O que parecia improvável pelas diferenças que afastavam os meninos, acaba se transformando em uma amizade sólida e verdadeira.
SINOPSE
Dexter e Eric nunca foram grandes amigos, mas têm algo em comum, a solidão. Eric tem um difícil relacionamento com sua mãe e Dexter foi contaminado pelo vírus da AIDS durante uma transfusão de sangue. Surge uma grande amizade e entre ervas milagrosas e muito chocolate, Eric tenta "curar" Dexter. Sem muito sucesso eles pegam uma carona em um barco para Nova Orleans e resolvem encontrar um médico que diz ter encontrado a cura para a doença. Longe de casa eles vivem a maior de todas as aventuras e descobrem o poder da amizade e da compreensão. Um poder que é a cura para todos seus medos e preconceitos.
Trailer

Lado a lado

lado a lado ASSUNTO
Câncer, suporte familiar, morte, luto, relações familiares, família recasada.
Depois de uma longa série de argumentos e de ofensas entre Isabel, Jackie e Anna, Luke faz a proposta de casamento para Isabel, a família recasada traz mais dificuldades nas relações. . Isso causa ainda mais fricção entre as crianças, que querem seus pais juntos novamente, e Isabel. No entanto, quando as coisas não podiam mais piorar, Jackie é diagnosticada com câncer e informada que pode provavelmente morrer por causa da doença. Essas notícias chocantes provocam mágoas e arrependimentos, e ensinam a todos lições sobre amor, família e força.
SINOPSE
Uma jovem de doze anos (Jena Malone) e um garoto de sete (Liam Aiken), filhos de pais separados, não aceitam a nova namorada de seu pai (Ed Harris), uma bela e renomada fotógrafa (Julia Roberts). O garoto ainda tolera a situação, mas a adolescente não se conforma com a separação e com fato de seu pai e a namorada viverem juntos, pois isto significa que as chances de reconciliação de seus pais se tornam quase nulas. Por sua vez, a mãe das crianças (Susan Sarandon) ainda alimenta esta briga, fazendo o gênero "mãe perfeita". A fotógrafa faz de tudo para agradar as crianças, chegando ao ponto de dar tanta atenção aos enteados que acaba perdendo o emprego, pois deixou de ser a profissional competente que era. Até que uma notícia inesperada muda completamente a relação entre os familiares. A vida de todos mudam quando Jackie descobre que tem câncer. Os filhos têm que encarar a possibilidade de perder a mãe e Isabel de virar a nova mãe deles.
Trailer

A cor púrpura

a cor purp ASSUNTO
Preconceito, abuso, homossexualidade, dominação e dependência na relação conjugal.
O filme tem o mérito de desnudar a sociedade negra pós-escravidão sob uma bem-sucedida visão imparcial. Mostra que a crueldade não estava apenas na escravidão antes imposta pela casta branca, mas sim dentro das próprias famílias negras da época, que reprimiam as mulheres de forma ainda mais implacável que seus opressores. O sofrimento da personagem de Whoopi Goldberg não encontra consolo em ninguém de sua família (exceto por sua irmã), mas em pessoas que vêm de fora e não necessariamente se encaixam dentro do padrão aceito pela sociedade, como a cantora de cabaré Shug (Margaret Avery) ou a nora de seu truculento marido. A personagem principal é vítima de violência psicológica e sexual por parte do pai, violência física e psicológica pelo marido e torna-se ela mesma defensora do uso da violência para lidar com “mulheres insolentes”, fornecendo um exemplo da transmissão intergeracional da violência. Embora partindo de um tema pesado, o filme é impregnado com mensagens de alegria, demonstrações de afeto e superação pessoal, esplendidamente personificadas por Whoopi Goldberg.
SINOPSE
Georgia, 1909. Em uma pequena cidade Celie (Whoopi Goldberg), uma jovem com apenas 14 anos que foi violentada pelo pai, se torna mãe de duas crianças. Além de perder a capacidade de procriar, Celie imediatamente é separada dos filhos e da única pessoa no mundo que a ama, sua irmã, e é doada a "Mister" (Danny Glover), que a trata simultaneamente como escrava e companheira. Grande parte da brutalidade de Mister provêm por alimentar uma forte paixão por Shug Avery (Margaret Avery), uma sensual cantora de blues. Celie fica muito solitária e compartilha sua tristeza em cartas (a única forma de manter a sanidade em um mundo onde poucos a ouvem), primeiramente com Deus e depois com a irmã Nettie (Akosua Busia), missionária na África. Mas quando Shug, aliada à forte Sofia (Oprah Winfrey), esposa de Harpo (Willard E. Pugh), filho de Mister, entram na sua vida, Celie revela seu espírito brilhante, ganhando consciência do seu valor e das possibilidades que o mundo lhe oferece.
Trailer

A cor do paraíso

a cor do paraiso ASSUNTO
Deficiência Visual, preconceito, relações familiares
Trata-se do drama de um menininho cego (o excelente Mohsen Ramezani, cego de verdade) rejeitado pelo pai. Se o documentário brasileiro Janela da Alma é um filme sobre deficientes visuais que se vale mais da palavra do que da imagem, no iraniano A Cor do Paraíso acontece justamente o contrário. O diretor faz uso do belo cenário natural e da exploração sensorial dos sons para tentar mostrar que a vida pode ser percebida de outras maneiras. E que o paraíso pode estar bem ali, no meio do inferno - basta querer vê-lo. Um filhote de passarinho esperando para ser colocado de volta ao ninho; o toc-toc-toc dos pica-paus; o colorido dos campos onde o menino cego brinca com as irmãs; a superioridade que ele demonstra na leitura em braile durante uma classe com crianças "normais": cada um desses pequenos momentos carrega em si grande significado. “A Cor do Paraíso" possui quase todos os elementos de uma tragédia grega, um personagem com a falha trágica (o pai de Mohamad), a vontade dos deuses (neste caso de Alá) que rege todas as coisas, uma série de eventos relacionados que conduz à epifania e ao final catártico.
SINOPSE
A Cor do Paraíso narra a comovente história de Mohammad, um menino cego que mora numa escola para deficientes. Com a chegada das férias, ele espera passar algum tempo com as irmãs, a avó e o pai no vilarejo onde mora a família. Viúvo, o pai encontra-se com dois problemas em relação ao filho: não tem mais condições de mantê-lo na escola especial, e pretende se casar novamente e o menino deficiente é como um obstáculo para isso. Por isso, não quer que ele passe as férias em casa, mas junto a um marceneiro cego que pode tomar o menino como aprendiz. O filme gira em torno desta delicada relação entre pai e filho, dos laços de família e da sensibilidade do menino cego. Mohammad é um garoto muito vivo, que tem uma enorme sensibilidade. Seu jeito simples de "ver o mundo" é uma lição de vida.
Trailer

8 Mille

8 mille ASSUNTO
Cultura suburbana, superação, família, preconceito
8 Mile é o retrato de uma semana na vida de um grupo de jovens que luta por um lugar ao sol na decadente cidade de Detroit, em 1995. Para pessoas como Jimmy ‘Rabbit’ Smith, Jr. e os seus amigos, o hip-hop é a única alternativa ao vazio. Rabbit sabe que as suas músicas são a única saída e que para alcançar o sucesso, ao mesmo tempo que vive junto com a pobreza e o preconceito racial, por morar em Warren, uma cidade suburbana predominantemente negra ao norte de Detroit.. O jovem em plena crise de identidade procura um sentido para sua vida, para extravasar sua raiva e angústia, ele decide se envolver no mundo do hip hop. A interessante troca de preconceito é acompanhada de um drama familiar entre Rabbit, sua mãe, sua jovem irmã e constantes brigas entre gangues.
“8 Mile é uma linha divisória psicológica que o separa daquilo que ele é daquilo que ele quer ser e estar" em Notas da produção - clique aqui
SINOPSE
Jimmy "Rabbit" (Eminem) é um rapaz branco que mora numa vizinhança negra separada do resto da cidade de Detroit pela estrada 8 Mile, que dá nome ao filme. Seu maior sonho é conquistar um lugar no mundo do rap, território dominado pelos chamados "afro-americanos". Uma luta que não será nada fácil. Como também nada é fácil na sua própria vida. Sua mãe Stephanie (Kim Basinger), prefere viver à sombra de outros homens - sempre fracassados - que prestar atenção ao filho. E ainda há uma irmã menor que precisa ser protegida e cuidada. Os problemas são muito grandes para o pequeno trailler onde a família mora. Certo dia, durante uma disputa de rappers - onde sobem ao palco dois candidatos de cada vez, que têm de improvisar longas letras diante de uma platéia frenética. Jimmy "trava" totalmente e não consegue exibir seu talento. Fica marcado na comunidade como covarde. Sua única saída agora é tentar uma revanche, ajudado pelos amigos, Future (Mekhi Phifer), DJ Iz (De´Angelo Wilson), Sol (Omar Benson Miller) e Cheddar Bob (Ewan Jones).

21 gramas

21g ASSUNTO
Morte, relações afetivas, sociais, familiares, doação de órgão.
O filme explora as vidas complicadas de três personagens: Uma mãe fragilizada por uma grande perda, um ex-presidiário em busca de salvação e um homem com problemas de saúde. Qual a semelhança entre eles? Talvez a resposta esteja na complexidade dos seus destinos marcados por fraquezas, emoções e, acima de tudo, transtornos pessoais. Os destinos dessas pessoas são ligados em uma mistura de amor, redenção e obsessão. O título refere-se ao peso que um corpo perde quando sua alma o deixa com a morte. A história, inicialmente confusa, toma um rumo surpreendente. A tensão acompanha o espectador durante todo o filme e exige que ele se mantenha atento. Ao mesmo tempo, os fatos vão se revelando e se encaixando na linearidade correta. Cenas que se repetem completam o “efeito quebra-cabeça”. Sentimentos de vingança e culpa marcam as vidas dos personagens. Questionamentos também compõem os três destinos. Afinal, quanto cabe em 21 gramas? Para alguns talvez caiba um último suspiro e um alívio para os problemas mais profundos da alma humana.
SINOPSE
2003 - 21 GRAMAS é uma história de esperança e humanidade, de resistência e sobrevivência. Tenha você medo ou não da morte, ela virá e, nesse instante, o seu corpo se tornará 21 gramas mais leve. Será que é a alma que pesa esses 21 gramas? Esse peso é carregado por aqueles que continuam vivendo depois de nós? 21 GRAMAS explora a existência física e emocional de três pessoas durante um período de vários meses. Um acidente inesperado entrelaça os seus destinos numa história que os levará aos limites do amor, às profundezas da vingança e à promessa da redenção.
O professor universitário Paul Rivers e sua mulher, Mary, vêem a sua união oscilar entre a vida e a morte enquanto ele aguarda um transplante de coração e ela espera engravidar dele por inseminação artificial. Cristina Peck, a querida irmã mais velha de Claudia, casada com Michael e mãe de duas meninas, se refaz de seu passado. O ex-presidiário Jack Jordan e sua mulher, Marianne, lutam para criar os dois filhos enquanto Jack reafirma seu compromisso com a religião. Um trágico acidente tira várias vidas e confronta esses casais. Paul depara-se com a sua mortalidade, Cristina resolve enfrentar o presente e talvez o futuro e a fé de Jack é colocada à prova.
Para que o equilíbrio espiritual de algum deles seja recuperado, será necessário muito sacrifício dos outros. Vinte e um gramas é o peso de cinco moedas de 5 centavos, de um beija-flor, de uma barra de chocolate - e, talvez, também, da alma humana..
Trailer oficial:

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Tabu

tabu ASSUNTO

Preconceito e alienação, sensibilidade e violência

O filme revela as raízes do desejo e as faíscas da intolerância racial. Descendente de árabes, Jasira é acossada por apelidos racistas na escola texana em que estuda. Sem apoio na família, pois o pai repressor não entende os anseios femininos, e a mãe, separada dele, só quer saber dos novos namorados, Jasira não percebe que o perigo mora ao lado. Seu vizinho alimenta uma doentia obsessão por ela - e está disposto a tudo para levá-la para cama. Enredada numa atmosfera doméstica sufocante, sem saber separa o desejo do amor, a romântica Jasira é uma vítima fácil. Pois ela não sabe que - como na guerra cujos ecos lhe soam longínquos - os homens capazes dos objetivos mais altruístas também são levados, por sentimentos semelhantes, às ações mais torpes

SINOPSE

Baseado no provocante romance Deserto de Jasira, de Alicia Erian (definido como uma mescla de Beleza Americana e Lolita), Tabu narra a história de superação de Jasira, uma garota de 13 anos, entrando na adolescência. Durante a guerra do Iraque, ela vive com sua mãe americana e o futuro padrasto, que está encantado com a crescente maturidade da garota. Por isso, sua mãe a envia para o Texas com seu rígido pai Libanês. Este trata de educá-la nos valores tradicionais da cultura muçulmana. Entretanto, Jasira segue sem saber muito bem o que fazer com sua sexualidade quando nota como seu corpo afeta os homens que a rodeiam, em especial seu vizinho (Aaron Eckhart), um atraente e intolerante soldado da marinha.

Dogville

dog Relações sociais, afetivas, grupo, sociedade.

ASSUNTO

“Dogville" é uma metáfora da sociedade, de suas instituições e de sua hipocrisia. Explora os sentimentos a cada cena. Aliás, interessante como outra metáfora, que o cachorro do filme (dog of the ville ou o vilarejo do cachorro), se chama exatamente Moisés. Observe-se que ele é simbolizado apenas, não tem existência concreta. O lugar em que deveria estar é riscado no chão, como naqueles filmes policiais cujo risco no chão mostra onde se encontrava o cadáver. Quer dizer, a metáfora seria que o líder, no sentido da liderança pragmática praticada por Moisés, não existia na comunidade, pois o "lider" de Dogville, que por sinal nem foi eleito, é aceito, provisoriamente, muito menos pelas suas próprias qualidades que pelas necessidades dos "liderados", exatamente como já constatara o grande Bion sobre os líderes emergentes nos grupos humanos. O intrigante roteiro – também de autoria de Trier – dá margem a muitas leituras e propõe várias interpretações interessantes. Disseca a maldade da alma humana, desafia os dogmas da democracia (todos votam em Dogville, desde que seja para manipular seus interesses pessoais) e analisa, no microcosmo daquela vila, os mais mórbidos caminhos que a mente percorre em situações de adversidade. Isso sem falar nos sugestivos nomes dos personagens: quem engedra toda a ação é Thomas Edison Júnior, nome emprestado do famoso inventor americano, tido por uns como um grande gênio e por outros como um mau caráter, ladrão de idéias. É a infinita incoerência interna da América, sintetizada num único personagem. E quem leva nossos ares à vida é Grace, “graças” aos céus. Bem dirigido e bem interpretado, Dogville tem um grande demérito para os fãs de cinema: toda a ação se passa única e exclusivamente sobre um imenso palco, onde os locais que seriam ocupados pelas casas e pelas ruas da cidade não passam de marcas de giz desenhadas no chão. O recurso pode ter sido imensamente barato, mas é cansativo. Principalmente após quase três horas de projeção. É um bom filme? Sem dúvida.

Realmente, é um filme difícil, indigesto de se ver, como quase todos do diretor. “Dogville” é uma fita totalmente fora dos padrões, é praticamente uma peça teatral. Não há casas, apenas marcas no chão e alguns objetos de cena, como camas, cadeiras e armários, tudo é muito estilizado. Mas talvez seja isto que marca tanto o filme, pois você acaba se concentrando somente no enredo.  O filme é uma metáfora ambulante e é uma crítica ferrenha ao estilo de vida americano. Talvez, mais que antiamericana, esta parábola do cineasta seja um grito contra o modo de vida hegemônico no capitalismo e que nos atravessa a todos. Como se o diretor quisesse dizer que este funcionamento global tira de todos o que cada um tem de pior. É explicitado desde que a jovem chega à cidade que ela teria de dar coisa em troca, e eles estavam dispostos a tomar se necessário. Da humilhação vivida por Grace à ausência física de paredes tudo é critica. Nos faz refletir sobre a vida, mais do que isso, sobre o ser humano, e não acreditamos, ou melhor, não aceitamos que este possa ser tão maldoso, egoísta, brutal e irracional, mas é. O final do filme é sensacional, totalmente fora dos padrões Von Trier, mas também é perturbador. Ao mesmo tempo que nos alivia, nos deixa extremamente transtornados. Mas esse transtorno chega devagar, ao refletir posteriormente.

Sobre movimento Dogma 95 aqui

Um olhar da psiquiatria aqui

SINOPSE

A produção está de acordo com oManifesto Dogma 95, um movimento cinematrográfico criado em 1995 na Dinamarca com algumas regras que têm em vista a produção de filmes mais realistas e menos comerciais. Dogville, o filme, tem um clima sombrio, provocativo e envolvente. Fala de uma cidade minúscula, perdida nas montanhas dos EUA, onde nada acontece. Até o dia em que a bela Grace (Nicole Kidman, ótima novamente), mulher altamente sofisticada que nunca trabalhou na vida, aparece no lugar, fugindo de um grupo de mafiosos. O jovem Thomas Edison Júnior (Paul Bettany, de Uma Mente Brilhante ) decide acolhê-la e escondê-la na cidade. Mas, como a vila é muito pequena, muito em breve todos saberiam da estranha presença de Grace no lugar. Thomas decide então consultar os habitantes de Dogville para saber se eles aceitam ou não dar guarida à moça. Uma votação decide que sim, desde que ela pague prestando pequenos serviços à comunidade. Aos poucos, a mulher sofisticada de mãos imaculadas começa a pegar no pesado, plantando flores aqui, ajudando uma inválida ali, contando história para um velho cego acolá. É quando ela descobre de modo duro que nesta cidade a bondade é algo bem relativo, pois Dogville começa a mostrar seus dentes. No entanto Grace carrega um segredo, que pode ser muito perigoso para a cidade.

Trailer

Lendas da paixão

lendas da paixão ASSUNTO
Transgeracionalidade, relações familiares, afetivas, sociais e casal.
Personagem Tristan prova que heróis também cometem falhas graves. As escolhas que Susannah toma são extremamente questionáveis, mas nos faz refletir sobre o nível de pressão e cobrança que se exercia na vida das mulheres de seu tempo – na procura da paixão na maioria das vezes, mas sempre atentando para a própria segurança social. Tristan ou Tristão é o mito do ser humano que perdeu o sentido da vida na figura de Isolda, o sonho inalcançável, a sede da alma incompreendida. Afastado de sua Isolda, a felicidade de sua alma, ele atira-se no mundo e vai participar de lutas e do mais profundo infortúnio. Purificado na sua vivência, sublimado no sofrimento, ele (o espírito de aventura) retorna, arrependido, para o seio do pai (aquisição do conhecimento) e finalmente a fruição do bem eterno (a felicidade da alma). O bem eterno, porém, não se dará sem compunção e amargura, prenúncio da própria morte como sublimação e transcendência da matéria. Brad não fica com Susanah, sua Isolda, mas recebe o perdão do pai e a transcendência se dá com a superação do mal, embora isto traga por conseqüência inevitável a morte, o trágico instante em que o amor ascende do caos em que se transformou o mundo dos homens em conflito. Como ocorre no final do filme, quando os filhos, reconciliados nas suas culpas e diferenças, defendem a bala a honra manchada da família.
SINOPSE
Baseado em livro de Jim Harrison. Tudo acontece no Estado de Montana, durante a Primeira Guerra. O patriarca é Anthony Hopkins, um coronel aposentado. O filme conta a história de três irmãos, com destinos distintos cada qual. Alfred, o mais velho, é um homem reservado e sério, Tristan, o irmão do meio, é selvagem e valente, e o caçula Samuel, é frágil e é constantemente protegido pelos seus dois irmãos mais velhos. Com a chegada da noiva de Samuel, a intrigante Susannah, eles acabam despertando fortes sentimentos de afeição por ela. Em meio a todo esse dilema, os irmãos acabam se tornando rivais, tendo que conviver da melhor maneira possível, com os eternos laços de sangue que os unem, descobrindo que por causa dele, jamais conseguiriam deixar de se amarem, independentes de qualquer situação que lhes ocorra.

 
Trailer 1
Trailer 2